Em um mundo altamente conectado, é cada vez maior o número de médicos que usam o marketing nas redes sociais para ampliar sua presença digital, fortalecer sua marca e aumentar o fluxo de pacientes no consultório.

Profissionais de saúde que não estão alinhados com essa realidade não só perdem excelentes oportunidades de negócio como correm o risco de serem superados pela concorrência e verem suas agendas cada vez mais vazias.

Para evitar que isso ocorra com a sua clínica, preparamos esse guia. Nele, você vai encontrar todas as informações de que necessita para dar os primeiros passos na sua estratégia de marketing nas redes sociais. Preparado? Então acompanhe a leitura!

Por que há tanto fascínio pelas mídias sociais?

A popularização dos smartphones e a possibilidade de trocar experiências com usuários que possuem interesses similares são alguns dos fatores que explicam o fascínio provocado pelas redes sociais.

A curiosidade natural sobre o dia a dia de amigos, parentes e personalidades e um desejo narcisista de mostrar uma versão idealizada de si mesmo em textos, fotos e vídeos provocou o boom de sites como o Facebook e Instagram, que permitem o  compartilhamento em tempo real uma quantidade infinita de informações.

Só no Brasil, o Facebook já atingiu a marca de 127 milhões de usuários cadastrados. É um número expressivo demais para ser ignorado por empresas que desejam divulgar seus produtos e serviços para um público altamente conectado e interessado em novidades.

Qual é a melhor rede social para médicos?

Justamente por esse fascínio que as redes sociais exercem nos usuários, especialmente no Brasil, é muito difícil apontar uma única rede social como a “melhor” para a sua estratégia de marketing nas redes sociais.

No entanto, isso não quer dizer que você precisa estar presente em todas. O ideal é que você leve em consideração os interesses do seu público-alvo e seja atuante naquelas que forem relevantes para eles.

Assim, você concentra seus esforços nas comunidades em que estão os usuários realmente interessados nos serviços que você tem a oferecer. Conheça um pouco melhor as características das redes sociais mais importantes no Brasil:

Facebook

Maior rede social da atualidade e a preferida dos brasileiros, o Facebook conta com mais de 1 bilhão de usuários registrados.

Embora um espectro tão grande de clientes em potencial represente maiores oportunidades de negócios, esses números expressivos trazem também um enorme desafio, já que a concorrência pela atenção dos usuários é bastante acirrada.

Ainda assim, o Facebook se apresenta como uma das melhores ferramentas de marketing para médicos, já que possibilita que divulgue informações sobre sua área de atuação, crie engajamento com novos seguidores e amplie a interação com aqueles que já conhecem a sua clínica.

Instagram

O Instagram é a rede social que mais cresce no país. Com mais de 600 milhões de usuários, a mídia social firmou-se como outro ótimo espaço para quem deseja investir em marketing médico.

Em segundo lugar na preferência dos brasileiros quando o assunto são comunidades de relacionamento, o aplicativo de fotos pode ser utilizado para divulgar informações de utilidade pública, gerar tráfego para as postagens do seu blog  e é uma valiosa ferramenta de interação com antigos e potenciais pacientes.

Alguns recursos, como o Stories, quando utilizados dentro dos parâmetros determinados pelo Conselho Federal de Medicina, podem ajudar a humanizar a figura do médico e servir como fonte de informação importante sobre prevenção e tratamento de doenças.

Twitter

A rede social atraiu a atenção de mais de 313 milhões de usuários com uma premissa interessante: comunicar-se usando, no máximo, 140 caracteres. Em 2017, esse limite foi ampliado para 280 caracteres, mas a objetividade continua sendo uma de suas características mais marcantes.

Por isso,  o Twitter é bastante utilizado por profissionais que buscam uma via rápida de comunicação com o seu público-alvo. É o espaço perfeito, por exemplo, para esclarecer dúvidas rápidas sobre assuntos pontuais, como horário de funcionamento e localização do seu consultório.

A ferramente também é útil para divulgar conteúdos produzidos no seu blog, eventos dos quais você vai participar e até mesmo anunciar ações em outras redes sociais, como lives no Facebook.

YouTube

A rede social de compartilhamento de vídeos é a favorita do público mais jovem e uma das maiores tendências quando o assunto é produção de conteúdo.

Você pode usar os vídeos para esclarecer dúvidas comuns sobre sua área de atuação, falar sobre a prevenção de doenças comuns na sua especialidade e promover debates com outros médicos.

Para garantir que o resultado reflita o profissionalismo da sua clínica, o ideal é contar com o apoio de pessoal especializado na captação e edição de imagens. Evite publicar vídeos improvisados, fora do ambiente profissional ou com baixa qualidade de som.

Qual é a melhor maneira de divulgar meu consultório?

Quando o assunto é marketing nas redes sociais, não existem fórmulas prontas, que funcionam para todas as clínicas. No entanto, algumas dicas importantes podem ajudar você a ampliar sua base de seguidores e tornar seu consultório mais conhecido no ambiente digital. Saiba quais são elas:

Conheça bem o seu público-alvo

Não há marketing nas redes sociais bem sucedido se você não tiver uma ideia bastante clara de com quem pretende se comunicar. O perfil de pacientes que você deseja atrair para a sua clínica é determinante para a sua estratégia.

A linguagem das suas postagens, o tipo de conteúdo e até mesmo os horários para interações ao vivo serão determinados por essas informações.

Não faz sentido, por exemplo, fazer uma live no Facebook no meio da tarde se o seu público-alvo é formado por jovens executivas que a essa hora estão no trabalho, ou ainda usar linguagem extremamente informal se o seu público é mais conservador.

Da mesma maneira, o LinkedIn é uma ferramenta que faz sucesso entre o público adulto, mas tem pouquíssimo alcance entre adolescentes.

Nunca fale sobre preços e formas de pagamento

O Conselho Federal de Medicina proíbe a utilização de redes sociais para a divulgação de preços e formas de pagamento, bem como para a realização de promoções. Por isso, nunca use as redes sociais com esses fins.

O mesmo vale para fotos que mostram o “antes e depois” de cirurgias, tratamentos e procedimentos estéticos, que são proibidas pelo CFM ainda que você conte com a autorização do paciente.

Além de ser uma grave infração ética, esse tipo de postagem passa a mensagem de que seu consultório busca atrair pacientes “a qualquer preço”. Lembre-se de que, na área médica, marketing em redes sociais bem feito é aquele em que o seu conhecimento e atitude falam por você.

Mantenha a constância nas postagens

Se você quer consolidar a presença da sua clínica nas redes sociais, é fundamental investir na constância das postagens. Ainda que você não possa dedicar muito tempo a sua estratégia de marketing nas redes sociais, é preciso que ela obedeça uma lógica: faça postagens diárias, semanais ou em dias alternados, por exemplo.

Fazer muitas postagens em um único dia e depois passar semanas sem publicar nada dificulta a fidelização do público-alvo e aumenta as chances de que o seu negócio seja esquecido.

Para que isso não aconteça, crie um calendário editorial, com os dias da semana em que você pretende fazer publicações e os assuntos que serão abordados, o que evita repetições.

Além disso, sempre que possível, crie séries de postagens ou eventos em determinados dias da semana ou do mês para ampliar a fidelização. Se você é dermatologista, pode postar no Instagram uma série de informações sobre tratamentos estéticos toda quarta-feira ou fazer uma live no Facebook para esclarecer dúvidas todas as sextas-feiras, por exemplo.

O que evitar na minha estratégia de marketing nas redes sociais?

Um dos maiores ativos dos profissionais de medicina é a credibilidade. Por isso, sua presença nas redes sociais precisa ser irrepreensível.

Comportar-se de maneira inadequada no ambiente digital pode acabar comprometendo seriamente sua imagem como profissional e a da sua clínica. Por isso, fique atento e saiba o que é melhor evitar:

  • crie perfis profissionais para o seu consultório e evite postagens pessoais, especialmente sobre assuntos não relacionados à área médica. Posicionamentos políticos, religiosos ou sobre questões polêmicas devem ficar longe desses espaços;

  • fique atento à qualidade das imagens que você usa nas redes sociais. Imagens desfocadas e com baixa definição passam a impressão de desleixo e amadorismo;

  • evite também utilizar imagens encontradas em sites de busca como o Google, já que elas podem estar protegidas por direitos autorais;

  • atenção também a erros gramaticais e ortográficos. Cheque os textos cuidadosamente antes de publicar!

  • o principal objetivo das redes sociais é promover interação. Por isso, faça questão de ouvir quem se interessa pelo seu trabalho: promova enquetes no Instagram para decidir os temas das próximas postagens, responda as dúvidas dos seguidores e agradeça os elogios. Profissionais que nunca respondem são vistos como arrogantes e afastam os seguidores;

  • da mesma maneira, nunca deixe críticas e reclamações sem resposta. O ideal é agradecer o contato publicamente e com gentileza, solicitando que a interação prossiga via inbox ou outro canal privado;

  • evite utilizar muitas hashtags nas postagens no Instagram. Apesar de ser um recurso interessante para que suas fotos sejam encontradas mais facilmente pelo seu público-alvo, o uso excessivo deixa o visual poluído e passa uma imagem pouco profissional.

4 perfis de profissionais de saúde e clínicas para você se inspirar

Agora que você já sabe um pouco mais sobre como utilizar as redes sociais para promover o seu consultório, conheça alguns perfis de profissionais de saúde e clínicas que fazem sucesso no ambiente digital e inspire-se para criar as próprias estratégias de comunicação!

1.  Dr. Rodrigo Rosa: o especialista em reprodução humana conta com mais de 190 mil seguidores no Instagram, onde faz postagens sobre assuntos como fertilização in vitro, puerpério e uso do ácido fólico na gravidez.

2.  Espaço Volpi: dirigido pelo médico especialista em emagrecimento Thiago Volpi, o Instagram do Espaço Volpi reúne quase 100 mil seguidores interessados em postagens sobre saúde, beleza e bem-estar.

 3. Lara Nesteruk: ainda que não seja médica – a profissional é formada em nutrição com especialização em fisiologia do exercício – Lara figura como um dos maiores cases de sucesso quando o assunto é marketing em redes sociais na área de saúde. Seu perfil reúne mais de 500 mil seguidores que buscam informações sobre emagrecimento e alimentação saudável.

 4. Dr. Theo Webert: a relação entre anticoncepcional e libido feminina, os benefícios do consumo da vitamina B3 e os principais sintomas da inflamação crônica são alguns dos assuntos abordados no Instagram do médico, que reúne mais de 280 mil seguidores.

Gostou de saber um pouco mais sobre como divulgar seu consultório e atrair mais pacientes utilizando o marketing nas redes sociais? Se você quiser saber mais sobre o tema, visite o blog de medicina da PLING! Lá você vai encontrar diversas postagens sobre gestão de clínicas e consultórios que vão ajudar você a ampliar sua presença digital e fortalecer sua marca!